ASARC PROMOVE PALESTRA SOBRE SAÚDE

por jcerca em 3 de Março de 2017

Depois da primeira palestra/tertúlia sobre Cidadania no passado dia 15 de dezembro feita pelo prof. Zeferino Brandão, teve lugar no dia 2 de março, uma nova palestra, desta vez sobre Saúde proferida por um jovem médico arouquense, o Dr. José Filipe Cerca.

palastra_saúde (3)

De uma maneira muito acessível e em interacção com o público, o palestrante foi apresentando algumas das mais frequentes questões que se colocam habitualmente sobre a diabetes mellitus, do tipo 2.

Será a diabetes uma doença? Como sabemos se temos diabetes? Por que é que temos a diabetes? Quais as consequências da diabetes? Estarei em risco de ter diabetes? E se tiver, que fazer?
Estas foram algumas das questões levantadas sobre este tema e que mereceram todo o interesse por parte dos participantes, bem como uma adequada explicação por parte do palestrante.

palastra_saúde (2)
Atendendo ao público destinatário, o Dr. Filipe Cerca apontou, como principais medidas para o controlo metabólico desta doença, a alimentação equilibrada e o exercício físico continuado, nomeadamente pequenas, mas constantes caminhadas.

Publicado no jornal “Discurso Directo” nº438 de 10 de março de 2017

{ 0 comentários }

CRISMA EM AROUCA

por jcerca em 28 de Fevereiro de 2017

Com a presença do Bispo auxiliar do Porto, D. António Augusto Azevedo, realizou-se no dia 26 de fevereiro, na igreja do Mosteiro de Arouca, a celebração do Crisma a 84 jovens oriundos das paróquias de S.Bartolomeu de Arouca, S.Miguel deCanelas e S.Martinho de Espiunca.

DSC_0224

Foi uma celebração muito participada e muito festiva à qual se associaram o Presidente e a Vice-Presidente da Câmara de Arouca, bem como o Presidente do  agrupamento de freguesias de Arouca e Burgo e um representante dos Bombeiros Voluntários de Arouca.

Durante a homilia, o Bispo auxiliar manifestou a sua alegria e a sua esperança pela profissão pública da fé deste numeroso grupo de crismandos, desejando que eles sejam fermento renovador das comunidades a que pertencem.

DSC_0218

No final da celebração uma representante dos crismados dirigiu uma breve mensagem ao sr. Bispo e entregou-lhe, em nome de todos os jovens crismados, uma  pequena cruz cravada sobre uma ardósia local.

DSC_0209

Antes da bênção final D.António Augusto pediu a todos os jovens crismados, agora portadores dos dons do Espírito Santo, que saibam ser felizes, fortes e fiéis.

DSC_0217

Publicado no jornal “Discurso Directo” nº438 de 10 de março de 2017

{ 0 comentários }

MOVIMENTO JUVENIL SALESIANO EM FESTA DE COMPROMISSO

por jcerca em 20 de Fevereiro de 2017

Durante 22 anos Arouca beneficiou, cultural, social e espiritualmente, da presença dos Salesianos, através do Colégio Salesiano que funcionou no Convento de 1960 a 1982.

Saídos desta terra, há 35 anos, cá deixaram a semente do carisma de D.Bosco através do Centro Juvenil e da Associação dos Salesianos Cooperadores. O Movimento Juvenil Salesiano que faz parte do Centro Juvenil, pretende, entre outras coisas, que os adolescentes e jovens tenham, como referência nas suas vidas, as figuras de D.Bosco e de Domingos Sávio. É por isso que, seguindo estas fascinantes figuras, os jovens ADS do Movimento Juvenil Salesiano pretendem ser alegre, dinâmicos e serviçais.

imp_lenços2017 (2)

No dia 18 de fevereiro este movimento viveu mais um dia de festa e de compromisso público, com  a presença do sacerdote salesiano, Pe. Manuel Mendes que presidiu à cerimónia da imposição dos lenços e das promessas dos jovens ADS, na igreja conventual, durante a eucaristia vespertina dominical da paróquia de Arouca que foi animada musicalmente pelos próprios jovens ADS.

Antes da imposição dos lenços o celebrante lembrou a todos os jovens os aspectos mais relevantes do compromisso que iriam fazer a seguir. Esta cerimónia foi antecedida de uma vigília de oração e reflexão como preparação para a celebração comunitária do dia seguinte.

no busto

Antes da celebração os jovens ADS deslocaram-se ao cemitério de Santa Eulália para evocarem a memória da pequena Leonor que integrava esse grupo do MJS e que há cerca de 3 anos  partiu, inesperadamente, com 9 anos de idade, deixando em todos, não só uma grande saudade, como também um estímulo de vida e de imitação. Depois, já no parque municipal, foi colocado um ramo de flores junto ao busto de D.Bosco, tendo o Pe. Manuel Mendes dirigido algumas palavras sobre o “apóstolo da juventude” e evocado os salesianos que passaram por Arouca.
Depois da cerimónia religiosa seguiu-se um breve encontro dos jovens com o Pe. Manuel Mendes, num dos auditórios da Escola Secundária, seguindo-se o jantar em que participou mais de uma centena de pessoas entre jovens, seus familiares e membros dos Salesianos Cooperadores.

imp_lenços2017 (4)
O dia terminou com uma sessão de variedades levada a cabo pelos próprios jovens ADS e durante a qual o teatro, a música e a dança proporcionaram a todos  divertidos momentos de boa disposição, exemplificando assim uma das muitas maneiras dos ADS serem alegres, dinâmicos e serviçais, seguindo o exemplo de Domingos Sávio e do seu mestre D.Bosco.

imp_lenços2017 (1)

Publicado no jornal “Discurso Directo” nº437 de 24 de fevereiro de 2017

{ 0 comentários }

CANTARES DE JANEIRAS SENIORES

por jcerca em 21 de Janeiro de 2017

Organizado pela Universidade Sénior de Oliveira de Azeméis (USOA) realizou-se no dia 20 de janeiro de 2017 o III Encontro de Janeiras Seniores em Terras de La-Salette.

1-DSC_0041

Com o objectivo de manter viva uma tradição ainda muito arreigada nas populações do norte do País e com a consciência de que cabe aos seniores preservar esta tradição e passá-la às gerações novas, participaram neste encontro a Academia Sénior de Arouca (ASARC), as Universidades Seniores de Albergaria-a-Velha e da Gafanha da Nazaré e ainda o Instituto Sénior de Ovar.

Todas estas instituições seniores apresentaram ao público presente um conjunto de melodias populares, cantadas tradicionalmente na época das janeiras e que têm, todas elas, como denominador comum, a alegria popular pelo anúncio do nascimento do Menino Deus.

Coube à instituição anfitriã e organizadora deste evento de Janeiras seniores apresentar algumas dessas melodias populares, não só através da sua Tuna, como também do seu grupo de cavaquinhos que encerrou o encontro. Refira-se que a abertura do mesmo foi feita com a atuação do Coro da USOA que interpretou o respectivo hino.

DSCN2125

No final do encontro a presidente da Direção da Universidade Sénior de Oliveira de Azeméis entregou às restantes instituições seniores uma lembrança comemorativa deste evento.
Estando previsto um lanche-convívio na Estalagem de S.Miguel em La-Salette, por motivos de prolongada falha na energia eléctrica, o mesmo teve de ser deslocado para a Junta de Freguesia de Oliveira de Azeméis em cujo auditório decorreu este III encontro de cantares de Janeiras Seniores.DSCN2133

Embora o objectivo principal deste encontro tenha sido a preservação de uma tradição popular muito antiga, a verdade é que estas janeiras seniores acabaram por ser também um veículo para o estabelecimento de laços de amizade, de partilha de experiências e de momentos de convívio entre os elementos das instituições seniores presentes.

José Cerca

Publicado no jornal “Discurso Directo” nº435 de 27 de janeiro de 2017

{ 1 comentário }

CANTAR DE JANEIRAS INTERGERACIONAL

por jcerca em 16 de Janeiro de 2017

Cinco instituições da Vila de Arouca receberam, no dia 16 de Janeiro, na própria sede, a visita de um numeroso grupo de cantadores de janeiras que, tal como no ano anterior, teve a particularidade de envolver as crianças e professores da escola básica do 1º ciclo e jardim-de-infância e os alunos da Academia Sénior de Arouca que acompanharam os pequenos cantores, não só com as suas vozes adultas, mas também com o seu grupo de cavaquinhos, constituindo assim uma harmonia intergeracional de vozes que contribuíram, dessa maneira, para manter viva uma das tradições populares que ainda vai resistindo na nossa memória colectiva.

janeiras interger (3)

Da parte da manhã, e sob os agradáveis raios de um lindo sol de janeiro, os cerca de 200 cantadores juniores e seniores começaram a sua digressão de janeiras pelo Jardim infantil do Centro Paroquial e Social Santa Mafalda (Patronato), dirigindo-se depois para a Câmara Municipal de Arouca. Com o hall de entrada do edifício completamente apinhado, crianças e adultos cantaram para o sr. Presidente da Câmara e demais funcionários, as janeiras e os desejos de um bom ano novo. E embora sendo o último cantar de janeiros ao actual Presidente da Câmara, os cantadores não se escusaram, mesmo assim, a deixar-lhe alguns recados, através de algumas quadras cantadas:

janeiras na Câmara.red

Ó meu rico presidente / abra a bolsa do dinheiro / faça lá um esforcinho / instale o videoporteiro.

Ai o nosso aquecimento / está sempre a avariar / ou está muito quentinho / ou um frio de rachar.

Do nosso aquecimento / reveja a chaminé / há dias em que o fumo / invade as salas da pré.

No final, e após algumas palavras do sr. Presidente, que não só anotou os recados deixados, como também salientou a importância deste relacionamento intergeracional, todos os cantores foram contemplados, à saída, com um KitKat, oferecido pela autarquia.

janeiras interger (6)

A digressão da manhã acabaria, ali mesmo ao lado, no quartel dos Bombeiros Voluntários onde foram também cantados os mesmos votos de Ano Novo e recebido mais um chocolatinho para cada um dos cantores.

Da parte da tarde, os cantores das janeiras continuaram a sua digressão natalícia por mais duas instituições, a Aicia e a Escola Secundária de Arouca, que tão simpaticamente acolheram estes romeiros e onde deixaram no ar este desejo e esta promessa:

Um bom ano para todos / é o que nós desejamos /muita saúde e amor / para o ano nós voltamos!

janeiras interger (7)

Para os professores que acompanharam os alunos e para os cantadores seniores a Direção do Agrupamento de Escolas de Arouca tinha reservado uma agradável surpresa através de um delicioso lanche que foi preparado por alunos do curso tecnológico de Padaria e Pastelaria e do curso Restaurante Bar a funcionar na Escola Secundária de Arouca.

janeiras interger (2)

E assim, fazendo a ponte entre a geração mais nova a frequentar a escola EB1 e o JI de Arouca e os alunos mais idosos a frequentarem a Academia Sénior de Arouca se cumpriu uma vez mais esta tradição tão popular com que habitualmente se encerra o período natalício.

José Cerca

Publicado no jornal “Discurso Directo” nº435 de 27 de janeiro de 2017

{ 0 comentários }