No mundo da Blogosfera

por jcerca em 17 de Junho de 2008

Quem, como eu, assistiu ao nascimento e ao rápido desenvolvimento da informática na nossa sociedade; quem, como eu, acompanhou o início do aparecimento da Internet e a sua vertiginosa expansão por todo o Planeta; quem, como quase todos nós, que crescemos e vivemos no mundo da digitalização e na sociedade da informação; quem como eu e quase todos nós, que presenciámos e continuamos a acompanhar o fenómeno da massificação do telemóvel, com o seu rápido aperfeiçoamento e com as suas irresistíveis sofisticações técnicas e comunicativas; quem há que não tenha já, não só presenciado e constatado, como também vivido e sentido muitos fenómenos interessantes dentro desta sociedade da informação e da comunicação em que todos vivemos.

E um desses fenómenos é o fenómeno da blogosfera que se implantou definitivamente no ciberespaço, continuando a atrair a si milhões de bloguistas nesta pequena aldeia global em que vivemos.

Aliado ao envio de SMS pelos telemóveis, o fenómeno da blogosfera é um fenómeno tão interessante como poderoso, não só no campo da mobilização, como no campo da influencia de opiniões e para o qual o poder político começa agora, lentamente, a aperceber-se dessa força na sociedade.

Basta ver o que aconteceu com a mobilização de centenas de professores através da multiplicação, em série, de SMS enviados para e por telemóveis.

Basta ver a quantidade e variedade de opiniões, por exemplo, sobre a avaliação dos professores e a força de muitas delas, surgidas em dezenas de blogs e rapidamente replicadas e comentadas em muitos outros.

O mundo da blogosfera é, de facto, uma poderosa e incontornável força que está a surgir na sociedade da informação e da comunicação e que é a expressão, não só da liberdade que os cravos de Abril vieram trazer à sociedade portuguesa, como também a expressão do exercício de cidadania que a democracia a todos oferece.

Oxalá que todos os inúmeros bloguistas, exprimindo as mais diversas opiniões e possuindo as mais diferentes convicções, quer religiosas, quer políticas, saibam pautar a sua postura no mundo da blogosfera dentro destes dois parâmetros: o da responsável liberdade e o da sã cidadania.

*****

Aproveito para saudar deste “Meu Mirante” todos os arouquenses que, em diversos blogs, vêm intervindo na sociedade arouquense, através de notícias, comentários e opiniões sobre a realidade da sua terra.

Saúdo, igualmente, todos aqueles que exercem a sua cidadania, escrevendo e opinando, nos meios de comunicação local, nomeadamente na Rádio Regional de Arouca, no “Jornal de Arouca” e no “Roda Viva”, bem como nos diversos portais noticiosos da Internet.

E saúdo, igualmente, todos aqueles que, através do novo Semanário de Arouca, irão contribuir para ver, ouvir e ler em “Discurso-Directo” todos os sinais de progresso e de desenvolvimento da sociedade arouquense a que pertencem.

José Cerca

Anterior:

Seguinte: