VIAJANDO PELA HISTÓRIA

por jcerca em 30 de Junho de 2018

Passeio anual da Asarc

Não se trata de nenhuma agência de viagens para seniores, mas a verdade é que o passeio anual da Academia Sénior de Arouca, com a duração de dois dias, é sempre cuidadosamente preparado, não só com o objectivo de proporcionar momentos de lazer e de convívio aos seus alunos/associados, mas também com uma pedagógica preocupação cultural, expressa na preparação de um folheto informativo sobre os diversos locais a visitar em cada ano.

IMG_5348

O passeio deste ano, realizado nos dias 26 e 27 de junho, teve como destino a região de Mafra que preencheu, de uma maneira exaustiva e ricamente cultural, todo o segundo dia desta viagem.

Uma incursão pelo mundo oriental

Esta viagem pela história começou com uma curiosa e surpreendente digressão pela cultura oriental, proporcionada pela visita ao Bacalhoa Buddah Eden, o maior jardim oriental na Europa e que ocupa cerca de 40 hectares da quinta dos  Loridos, situada na aldeia do Carvalhal do Concelho do Bombarral.

IMG_5272

Durante cerca de duas horas puderam os visitantes seniores percorrer, por entre lagos e jardins e à sombra de centenas de palmeiras e de milhares de bambus, um autêntico “jardim zoológico” artístico, composto por largas centenas de enormes esculturas, representando diversas espécies de animais orientais e africanos.

IMG_5254

Além das esculturas de animais, em diversos materiais, numerosas esculturas, com temáticas africanas e asiáticas, fazem deste Buddha Eden Garden um verdadeiro museu de arte contemporânea a céu aberto e onde não faltam também budas gigantes, divindades chinesas, pagodes e uma réplica do famoso exército de soldados em terracota descobertos, casualmente, na China em 1974.

IMG_5258

Refira-se que a ideia da instalação deste parque oriental, ainda em curso, surgiu por parte do comendador José Berardo em reacção à destruição de budas gigantes com mais de 1500 anos, pelos fundamentalistas talibãs no Afeganistão em 2001.

Rumo à Ericeira

Mas se a visita a este jardim oriental foi a meta principal deste primeiro dia, ainda foi possível antes, uma breve paragem em Peniche para ver, por fora, o seu famoso forte, encerrado para obras  e para “saborear” com os olhos as variadíssimas ementas de peixe afixadas nos restaurantes locais.

IMG_5225

A Caminho da Ericeira, onde se pernoitou, uma paragem na localidade do Sobreiro para visitar a aldeia de José Franco, também designada por Aldeia Saloia, e que foi moldada pelas mãos do oleiro José Franco tendo-se transformado num museu a céu aberto. Conta com réplicas de moinhos de vento, oficinas evocando as diversas profissões, loja de venda de peças em barro, uma adega e padaria, onde foi possível degustar o vinho da região e comer o tradicional pão com chouriço.

IMG_5309

Uma viagem pela história e pela natureza

O segundo dia deste passeio foi todo ele passado em Mafra para uma visita ao Palácio Nacional, da parte da manhã e à Tapada de Mafra, da parte de tarde.

Divididos em dois grupos simultâneos e durante cerca de duas horas, os alunos da Academia Sénior, percorreram os enormes corredores e as numerosas salas deste imponente monumento nacional, sempre acompanhados pelas explicações da respectiva guia que muito enriqueceram esta visita.

IMG_5363

Mas se a digressão pelo interior deste enorme Palácio, da sua rica biblioteca, da sua imponente Basílica e por alguns espaços do antigo Convento, mandados construir pelo rei D.João V, em 1717,  constituíram uma verdadeira viagem pela nossa História, a verdade é que a visita à Tapada de Mafra foi também uma viagem através da natureza, que proporcionou aos visitantes admirar um património natural de características únicas e observar algumas das espécies animais que aí habitam.

IMG_5468

Além de uma viagem de comboio, através da Tapada, ao longo de 12 quilómetros, os alunos da Academia Sénior tiveram ainda ocasião de participarem noutras duas actividades, uma sobre o mel e a importância das abelhas no equilibro ecológico do nosso Planeta e outra sobre a demonstração de voo livre com aves de rapina, nomeadamente o falcão peregrino e o bufo.

IMG_5462

Orientadas por um apicultor e por um falcoeiro, estas duas actividades contribuíram para o enriquecimento cultural dos participantes ao mesmo tempo que lhes proporcionaram curiosos momentos de lazer e boa disposição, indo assim ao encontro dos objectivos que orientam sempre a organização destes passeios da Asarc.

IMG_5499

José Cerca

Publicado no jornal “Discurso Directo” nº471 de  13 de julho de 2018

Anterior:

Seguinte: