POR TERRAS DO GEOPARK NATURTEJO

por jcerca em 5 de Junho de 2022

Passeio anual da Academia Sénior de Arouca

 Na Academia Sénior o passeio anual de dois dias tem sido, ao longo dos 12 anos da sua existência, um ponto alto das suas atividades.

Durante os dois últimos anos, por motivos da pandemia, não foi possível realizar-se tal atividade.

No entanto, e no lento regresso à normalidade, a Asarc decidiu realizar o seu passeio anual, nos dias 31 de maio e 1 de junho, com destino a Castelo de Vide.

 IMG_5095

Uma viagem pelo rio Zêzere

A primeira paragem do itinerário deste passeio foi em Dornes, uma linda vila situada numa península banhada pelo rio Zêzere, no Concelho de Ferreira do Zêzere.

Um agradável passeio pelo rio Zêzere e um delicioso almoço tomado num dos restaurantes desta Vila, com vistas para o rio, enriqueceram esta primeira paragem.

IMG_5050

Após o almoço, uma visita à invulgar torre pentagonal, uma torre única no país e que parece ter sido construída, no sec. XII, pelos cavaleiros templários para vigiar o vale do Zêzere. Mesmo ao lado da torre, uma visita à igreja da Senhora do Pranto, de cujo adro se pode admirar uma bela vista sobre a albufeira do rio Zêzere, resultante da Barragem de Castelo de Bode construída em 1951.

IMG_5046

No lagar das varas

A segunda paragem foi em Vila Velha de Ródão para visitar o lagar das varas, nas margens da ribeira de Enxarrique e recuperado pela autarquia. Possui dois sistemas de extração de azeite: um mais antigo com 2 varas e pia de granito; e outro mecanizado. Foi um momento muito interessante e culturalmente muito enriquecedor, graças às explicações fornecidas pelo guia da autarquia.

IMG_5107

Depois do lagar, uma breve paragem no cais fluvial de Vila Velha de Ródão para se avistar, ao longe, as famosas portas de Ródão, no rio Tejo e para se visitar a Estação arqueológica da foz do rio Enxarrique, onde foram encontrados ossos dos últimos exemplares do elefante europeu, há cerca de 30 mil anos.

IMG_5113

Castelo de Vide

A tranquila e bem asseada vila de Castelo de Vide foi o local de pernoita da comitiva sénior arouquense. Depois de alojados no hotel ainda houve tempo para admirar alguns dos seus 14 lindos fontanários, bem como para uma visita ao castelo medieval, passando pela judiaria e percorrendo as suas ruas e ruelas, algumas delas ainda com marcas da antiga presença judaica.


IMG_5143

Apesar da noite fresca, a “serenata” noturna, junto ao edifício da Câmara municipal, foi um momento alegre e de boa disposição e que ajudou a esquecer a súbita baixa de temperatura que prenunciava já as alterações climáticas para o dia seguinte.

120 Castelo de Vide

Na verdade, o 2º dia iniciou-se com chuva, o que impediu a visita ao Castelo de Marvão. Do itinerário constava ainda a visita a Alpalhão e a Niza e a melhoria das condições meteorológicas permitiram que o restante programa fosse cumprido sem quaisquer restrições.
Assim, em Alpalhão visitou-se a Casa-Museu, o Museu do brinquedo (era dia da criança) e a igreja matriz de Nossa Senhora da Graça, onde a maior devoção é a Nossa Senhora da Redonda,
cuja imagem muito antiga e valiosa possui mais de 50 mantos.

IMG_5164

Niza, uma bela vila alentejana, com as suas casas brancas e com algumas das suas ruas ornadas de flores vermelhas, penduradas em vasos de barro, foi a última visita deste itinerário. Em Niza, além de percorrerem as suas principais ruas e o centro histórico, os turistas arouquenses tiveram ainda ocasião de visitar o Museu do bordado e do barro.

IMG_5229

Culturalmente enriquecedor e socialmente cheio de bons momentos de alegre convívio e de sã camaradagem, este itinerário que a Direção da Asarc escolheu para os seus alunos e associados cumpriu fielmente os seus objetivos, dois anos após a sua interrupção por motivos da pandemia.

IMG_5218

José Cerca

Publicado no jornal “Discurso Directo” nº565 de  09 de junho de 2022

Anterior:

Seguinte: