Convívio ambientalista na Paradinha

por jcerca em 22 de Junho de 2011

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 1972, marcando a abertura da Conferência de Estocolmo sobre Ambiente Humano.

Celebrado anualmente, desde então, no dia 5 de Junho, o Dia Mundial do Ambiente concentra a atenção e a acção política de todos os países em aumentar a consciência e a preservação ambiental.

Para assinalar esse dia quis a Associação dos Amigos da Paradinha (ASAP) reunir, no dia 19 de Junho, muitos dos seus membros e respetivos familiares na praia fluvial da Paradinha.

Este encontro ambientalista e de convívio começou com uma palestra sobre os objetivos do Dia Mundial do Ambiente proferida pela Eng. do Ambiente Tânia Escobar que centrou a sua reflexão  sobre o tema proposto para o Dia Mundial do Ambiente deste ano: “Florestas, a Natureza ao nosso serviço”.

Cobrindo as florestas cerca de 1/3 do território mundial elas desempenham funções vitais em todo o mundo, permitindo que o planeta se mantenha vivo, desempenhando, ao mesmo tempo, um papel importante na nossa luta contra as alterações climáticas.

Depois de apontar importantes pontos de reflexão sobre este “pulmão da Terra”, Tânia Escobar concluiria que as florestas aumentam a nossa qualidade de vida e que a forma de alcançar uma gestão sustentável da floresta, em direcção a uma economia verde, está nas nossas mãos. Por isso, referiu, “Salvar as florestas implica uma mudança de estilo de vida”

Do programa constou ainda um circuito pedestre que, partindo do parque de marendas, passou pelo “Mira a Paiva” e pela Fonte das três bicas”.

Após esta caminhada através da natureza, teve lugar uma sardinhada acompanhada de caldo verde, broa de milho, azeitonas e bem regada com vinho da região, que motivou alegria e boa disposição entre todos.

O Convivio não podia deixar de contemplar um belo e refrescante mergulho  no rio Paiva que, juntamente com o Paivó, tanta beleza confere a este emblemático lugar da Paradinha.

José Cerca

Publicado no quinzemanário “Jornal de Arouca” nº789 de 30 de junho de 2011

Anterior:

Seguinte: