Concerto de órgão no Mosteiro de Arouca

por jcerca em 4 de Julho de 2011

No próximo dia 9 de julho pelas 21.30h terá lugar no cadeiral do Mosteiro de Arouca um concerto de órgão pelo Organista Titular do Mosteiro de Arouca, Professor Nicolas Roger que interpretará peças de diversos autores dos sec.XVI, XVII e XVIII.

Uma excelente ocasião para os amantes da arte musical apreciarem a magnífica sonoridade do órgão ibérico do Mosteiro de Arouca, no qual ainda recentemente foram investidos 380 mil euros no seu último restauro.

PROGRAMA

ORGANISTA TITULAR – CURRICULUM VITAE

Nicolas ROGER, nasceu em Paris em 1952. lniciou os seus estudos de Piano aos cinco anos em Paris com a Professora Odile ROBERT.  Aos dez anos obteve o Primeiro Prémio de piano do Concurso Nérini em Paris. No Conservatório de Paris, estudou Harmonia e Contraponto com os Professores Jacqueline LEQUIEN e Pierre LANTIER.

Iniciou o órgão em 1966 com a Professora Micheline Lagache no (Conservatoire du 14ème Arrondissement de Paris) e foi aluno do Professor Edouard Souberbielle na Escola César Franck em Paris.  

Obteve o 1° Prémio de Estudos Superiores de Órgão (execução e improvisação) no “Conservatoire National de Région d’Angers”, sob a orientação do Professor André ISOIR.

Frequentou cursos de aperfeiçoamento de Música Francêsa em Saint Maximin de Provence, sob a orientação dos Organistas e Professores de Órgão, Michel CHAPUIS e André STRICKER.

Frequentou estágios de construção  e restauro de Órgãos de Tubos com diversos Organeiros em França.

A partir de 1985, foi Júri Nacional (em França) de Exames de Órgão.

Tem-se apresentado em numerosos recitais, tanto na França como no estrangeiro, Alemanha, Holanda, Canada, Espanha, Itália e Portugal. Desenvolve uma actividade de Música de Câmara e Continuo ao Órgão e ao Cravo.

Gravou um CD dedicado as Obras de J.S. BACH e participou como Solista em diversas Emissões de Música Barroca na Radio ”France Musique” e na Televisão “Antenne 2”.

Foi incumbido pelo Ministério da Cultura Francês de elaborar um levantamento sobre “O estado de conservação dos órgãos antigos de Paris” e foi consultor permanente para o restauro dos órgãos antigos de Paris e Região Parisiense.

Em França foi Titular do Órgão de Tubos de Notre-Dame de Sèvres, (responsável pelo projecto e construção de um Órgão novo), do Órgão de Tubos da Igreja Saint Martin – Saint Laurent (onde foi responsavél pelo projecto e construção de um Órgão novo)  e Professor de Órgão nos Conservatórios de Longjumeau, Verrières-le-Buisson e no Conservatoire National de Région de Musique et de Dance de la Vallée de Chevreuse (Orsay) até vir para Portugal.

Também foi convidado pela Escola Superior de Música de Lisboa para leccionar em cursos intensivos de aperfeiçoamento organístico.

Em 2005 foi convidado para um concerto durante o Festival Internacional de Órgão em Weingarten, Alemanha.

Em 2007 participou no Festival Internacional de Órgão de Mafra e também foi incumbido pelo IPPAR e a Real Irmandade Rainha Santa Mafalda de Arouca para a supervisão e o acompanhamento técnico do restauro do Órgão ibérico do Mosteiro de Arouca.

De Fevereiro 1998 até fim de março 2010, foi Professor de Órgão, (execução, improvisação e acompanhamento), Organista Titular dos Órgãos de Tubos do Santuário de Fátima e responsável pelos projectos e construção de 4 órgãos novos, no mesmo Santuário.

Actualmente é Organista Titular do Órgão Ibérico do Mosteiro de Santa Maria de Arouca (Portugal) e professor na escola de órgão do Mosteiro de Arouca.

 

Anterior:

Seguinte: